Colunista: Maria Izabel Scalco
Escritora e Palestrante

cadastre-se ou faça login para utilizar os novos recursos do portal.

Em São Borja, estátuas de calçada

Não é novidade  mencionar que em todas as partes do mundo, desde a antiguidade, até hoje, são encontradas  peças de cimento e outros materiais que foram  transformados em  estátuas, bustos  e outras  esculturas,  peças decorativas, cuja  única  finalidade  é a de ornamentarem  parques, praças, jardins e até mesmo ruas.

2d4fc8b6cd55802bacf1014bc376ecc2

Existem hoje, mais de 100 formas de transformar o cimento  nos mais diversos objetos.

Consta que  diversas esculturas de rua, são mundialmente famosas,  pela sensibilidade do autor,  pela  propriedade da escolha e pela significação da obra, por isto  verdadeiras mensagens,  que levam os transeuntes  à  aprofundas reflexões, como a obra do escultor e cineasta Jeszy Kalina (2006, Wroclaw, Polônia).

(Imagem ao lado: Blog O cais da memória - escultura de Jeszy Kalina)

Há quem diga com ênfase e pertinência, que por aqui, - na nossa São Borja,  “Não há o que não haja!” o que não deixa de ser algo com cunho de verdade,  e que  colabora para  deixar esta histórica cidade missioneira,   uma  terra ainda  mais interessante, mais  surpreendente  e assim  tornando-a ainda bem mais singular...

Seria difícil enumerar as tantas peculiaridades pouco comuns  que esta cidade oferece!  Mas já que o assunto em tela é escultura de cimento, me perdoem, volto a trazer aqui o recorrente assunto do Galo da Venâcio,  imponente e colorido,  com seu 1,6m.

(Foto ao lado: Galo da Venancio - Site Notícias Flash SB)

 

Hoje já batizado e embora polemicamente discutido,  tornou-se consagrado pela população e festejado pelas crianças.

Atualmente passou à ser atração turística, graças a criatividade do seu proprietário  Vanderlei Pinto de Souza que o fixou na calçada da Venâncio Aires com Inhanduí.

Ele soube usá-lo como recurso publicitário...  pois comercializa frangos assados,  e comentam que a  cada dia os vende com mais sucesso.

Contudo, ressaltamos que o Galo Venâncio não é a única estátua de calçada em São Borja.

Sabem qual é ela? A que me refiro é imponente  é  volumosa, também tem  objetivo comercial, e, ocupa considerável espaço da calçada da General Marques, frente a loja Casa do Gaúcho.

Pensem conosco: embora “grandona” essa estátua não causou, que saibamos nenhum tipo de reação das incontáveis pessoas que diuturnamente fazem dessa calçada ponto de passagem.

 

Aqui  salientamos que não vai implícito qualquer tipo de crítica a quem quer que seja! O que chama a atenção é a diferença de comportamento das pessoas, diante de uma e de outra estátua, a do galo e a do cavalo! Ambas estátuas de rua e com idênticas finalidades! É intrigante e por isto  também instigante saber a diferença comportamental de ambos os lados...

Quem  sabe para uma resposta convincente,   seria importante recorrer a  Durkhein? 

Publicidade

FlashSB - Levando São Borja para o mundo!
© 2012 - Todos os direitos reservados. Melhor visualizado em 1024x768px. Desenvolvido por index1